Feeds:
Posts
Comentários

CONSTRUINDO UMA CASA

Nós somos postos a prova a cada toque e a cada respirar,
Somos sensíveis, a qualquer mudança exterior,
Estamos vulneráveis,
Por isso á necessidade em sermos convictos, seguros.
O que se pode parecer seguro e implacável apenas com o soprar do vendo pode desmoronar,
Assim é como somos,
Estruturas, as quais devem não apenas aparentar segurança mais sim ser seguros.
Devemos nos submeter a mudanças,
Pois elas nos trazem o beneficio de melhorarmos,
É preciso não temer,
Pois quem teme e continuam parados, estarão condenados a passarem o resto da vida estagnado ao caos.
Precisamos ser críticos,
Possuirmos a teoria para analisarmos o que é concreto,
Como você poderá enfrentar o mar sem saber nadar?
Poderíamos chegar a uma teoria do caos,
Poderíamos construir nosso próprio caos.
Precisamos desenvolver idéias objetivas e construtivas,
Para o aprimoramento do nosso ser.
Adquirir conhecimentos é alimentar-se para superar as adversidades.
Pois sem o conhecimento estaremos destinados a uma vida solitária, em que nós não poderemos escolher nossos caminhos, pois não possuiríamos condições críticas para medir o que realmente é necessário.
Teremos que nos desnudar, para nos conhecermos.
Retirar todo e qualquer preconceito existente dentro de nós,
Para que só assim possamos realmente entender nossas necessidades e sabermos distinguirmos o que é bom ou mal.
Deveremos ser uma casa,
Procuramos nossas próprias pedras,
E nos apoiarmos nelas.
Transformá-la em base,
E devotá-las toda a confiança.
Para que as intempéries da vida não possam derrubá-las,
E que por mais que estejamos rodeados de sombras,
Em nossa casa estaremos seguros,
Nada nem ninguém irá nos abalar.
Temos que ser semeadores,
Escolher as melhores sementes,
E tratar o solo, mesmo que este não seja tão fértil,
Mas com amor e esperança devemos crer que frutificará.
Não deveremos menospreza o que nos é dado,
Por mais que este não seja tão representativo no momento, mais quem sabe um dia?
Tudo irá depender de como cuidaremos do que nos é dado,
O valor não está representado no ouro,
O valor está representado na dedicação,
Você poderá ter milhares de barras de ouro HOJE, porém não AMANHÃ!
Você pode não ter nada hoje, mas se tiver convicção e garra, poderá TER muito mais que hoje.
Tudo vai depender de como você se porte com o que é dado em sua vida,
Sua casa for ser simples, humilde ou de taipa,
Mas nela está o bem maior,
A FELICIDADE,
E isso é a única coisa que não se compra.

Andréa Macedo
15.04.10

Anúncios

AMIZADE

Amizade.

São tantas definições para esta palavra, porém para mim ela não é apenas uma palavra, a considero como um sentimento.
Um sentimento que possui uma amplitude em que abraçam todos os outros, amor, felicidade, lealdade.
Não possuímos uma receita certa para a sua produção. Não é como um bolo que você põe todos os ingredientes e leva ao forno que depois de um tempo está pronto.
Amizade é você poder conviver com alguém a mais de 10 anos em um momento você sentir que este “alguém” é mais do que uma pessoa que conviveu com você a tantos anos, que pode até ter passado por despercebido em algumas ocasiões mais estava lá.
O começo de uma amizade precisa apenas de UM MOMENTO. E daí segue com as palavras que despertam em nós todos os outros sentimentos.
Amigo, é um companheiro o qual pode está longe ou perto,
Amigo é alguém em quem nós confiamos e sabemos que seu braço estará sempre estendido para o nosso alcance mesmo sem ter as respostas e soluções para nossas perguntas e problemas, mas está lá querendo descobrir conosco.
Amizade é algo que não se desfia com o tempo,
Que estará sempre presente em nossas vidas,
Vivo em nossa lembrança,
Mesmo que o tempo tenha nos separados fisicamente.
Amigo é aquele que iremos contar radiantes aos nossos filhos nossas experiências,
Que quando olharmos para os amigos dos nossos filhos iremos recordar dos nosso e sentir uma pontinha de inveja, um saudade mais acima de tudo alegria porque nós tivemos amigos e os temos.
Amigo, é muito mais do que eu ou você possa falar ou decifrar.
Amigo é o que eu e você podemos sentir quando estamos juntos
É o começo de um momento sem fim.

Andréa Macêdo

e agora?

Hoje no trabalho estava em um daquelas brechas de tempo livre super rápido e então resolvi ler uma entrevista que estava no jornal encima do birÔ. Foi então que teve uma frase que me chamou muito atenção e eu grifei e então logo eu escrevi minha opinião sobre o que havia lido e resolvi então colocar aqui no blog, para quem sabe algum dia espero que não muito distante as pessoas possam pensar mais sobre este assunto o qual é tão comum em nossa sociedade.

“Ao invés de criticar para machucar, tenho prazer em orientar para aperfeiçoar.”
João Doria Jr.

A maioria de nós seres humanos costumamos nos tornar prisioneiros de nossos próprios julgamentos, nos reprimimos em idéias as quais em suma maioria são hipotéticas e assim gradativamente iremos nos afastando, excluindo estas pessoas de nosso ciclo social por teorias que não possui uma concretização real. É bastante cômodo tirar conclusões precipitadas e julgar no fim machucamos as pessoas direta ou indiretamente por nossas ações o que nos leva a sermos egoístas e hipócritas, pessoas sem fundamento e pobres de conhecimento, transformando-se em insensíveis. É possível pensar que talvez se houvesse um pouco mais de compreensão o mundo fosse mais pacífico. São as pessoas e suas atitudes que transformam o mundo, são suas idéias e as oportunidades que elas podem gerar as quais promovem a mudança. Não devemos focar apenas em nossos status e sermos egocêntricos, como se fosse os melhores, somos seres aptos a mutações, estamos a cada dia passando por um processo de aperfeiçoamento. No fim temos que perceber que não há diferença entre classes é necessário sermos pessoas humildes para que cada um possa ajudar o outro.

Andréa Macedo
10.02.2010

Palmares 1999

Hey peoples!!

Hoje conversando com uma amiga minha ela me indicou uma música e me surpreendeu muito porque assim que comecei a ler a letra ela falava justamente de uma idéia a qual eu possuo, não necessariamente uma idéia mais sim minha visão sobre certas coisas relacionadas ao nosso cotidiano. No momento estou transbordando de opiniões então vou tentar organizar esta linha e por ela em cronológica.

A maioria de nossas convicções são resultados do que muitas vezes nós já ouvimos falar ou algumas pessoas as quais convivem com agente seguem na maior parte do tempo, nós seguimos aquilo que mais nos convém e nos aconchega em nosso ciclo familiar ou até mesmo com nossos amigos, por medo de demonstrar diferença perante a situação a qual está sendo exposta. Costumamos crer com tanta convicção nas coisas que estão escritas, descritas e ditas e caso nós em algum momento saímos desta linha somos tachados como melianos. Mas que verdade é esta a qual não te dar liberdade? E eu chego a conclusão de que em sua maioria a sociedade vive de máscaras por termos medo de seguir aquilo que realmente nós desejamos, por ter nossas idéias e tirar nossas conclusões, de criamos nossos próprios princípios. Devemos amadurecer nossa visão e ela só amadurece quando damos a oportunidade de viver os nossos dias e aprender com eles, temos o direito de possuir opiniões próprias de sobrepor nas situações e crer em nós mesmo, gerar essa confiança própria e construindo assim a verdadeira verdade. Precisamos ser mais humanos e se amamos verdadeiramente as pessoas iremos continuar amando-as, pois cada um precisa descobrir o bem que carrega em seu coração. Que isso não se ressalte apenas ás religiões mas que se ressalte principalmente ao egoísmo e o medo que carregamos o qual nos prende e nos empobrece diariamente, que cada um descubra o que há de bom e use essa bondade para cultivar e abrandar a paz em um mundo cheio de guerras. Que cada um tenha a capacidade de colher as diferenças e os tenha como um diferencial e não se apegue ás raízes seculares, crie suas próprias raízes e seja o exemplo de si mesmo.

Andréa Macedo
11.02.2010

Vamos á musica:

Palmares 1999
Natiruts
A cultura e o folclore são meus
Mas os livros foi você quem escreveu
Quem garante que palmares se entregou
Quem garante que Zumbi você matou
Perseguidos sem direitos nem escolas
Como podiam registrar as suas glórias
Nossa memória foi contada por vocês
E é julgada verdadeira como a própria lei
Por isso temos registrados em toda história
Uma mísera parte de nossas vitórias
É por isso que não temos sopa na colher
E sim anjinhos pra dizer que o lado mal é o candomblé
A energia vem do coração
E a alma não se entrega não
A energia vem do coração
E a alma não se entrega não
A influência dos homens bons deixou a todos ver
Que omissão total ou não
Deixa os seus valores longe de você
Então despreza a flor zulu
Sonha em ser pop na zona sul
Por favor não entenda assim
Procure o seu valor ou será o seu fim
Por isso corre pelo mundo sem jamais se encontrar
Procura as vias do passado no espelho mas não vê
E apesar de ter criado o toque do agogô
Fica de fora dos cordões do carnaval de salvador
A energia vem do coração
E a alma não se entrega não
A energia vem do coração
E a alma não se entrega não

Nota de Esclarecimento: crédito estas palavras a minha Tata Sayonara Nobre. Obrigada pela indicação da música, além de me identificar com a letra ela carrega uma mensagem a qual vai de encontro com minhas opiniões! Safada Clandestina [:D]

Eu devo admitir, estava com saudades das minhas missões secretas super tronxas, amigos sempre te fazem sentir bem, nos sentimos seguros amados e principalmente protegidos pela segurança que eles te passam. Amigos juntos significam altas gargalhadas e situações loucas, aquelas em que você está em um restaurante e o seu cartão de crédito não quer passar e sua amiga está batendo o pé e te deixando mais neurótica ou em uma missão secreta que acompanha ainda mais um caixa de DVD da 4° temporada de Friends. Nós podemos dividir os momentos mais loucos de nossa vida com eles, situações em que o balconista do correio insiste em saber o que está dentro do envelope, parecia mais uma cena daquelas em que estávamos sendo entrevistadas pelos agentes da CIA e logo após se transforma uma ótima conversa sobre, livros, séries e músicas, nós esquecendo da longa fila atrás da gente. São situações como essas que nos faz crer o quanto nossa amizade é extremamente normal e que há mais louco entre o céu e a terra que nós desconhecemos. Mas a melhor sensação de tudo isso é sentir que por mais longe que estivemos destes nossos amigos o reencontro quebra toda distancia e é como se ela nunca existisse. O que significa o quanto uma amizade pode ser capaz de superar todos e quaisquer obstáculos que a vida pode nos mostrar. E é triste reconhecer que nem todos possuem consciência deste fato, mas uma vez eu teclo no mesmo assunto “existe ainda no mundo pessoas supérfluas” incapazes de reconhecer o verdadeiro valor da quilo que você sente com o coração e não pega com as mãos e não admira com os olhos da face. Há pessoas que não sabem ser amigos e os poucos que existem nós devemos amá-los cuidar deles e aceitar suas diferenças, pois essas diferenças nos completam, nos ensinam algo nós evoluímos. Independente de onde quer que estejam meus amigos, eu vou amá-los e eles estarão sempre vivos dentro de mim, batendo com o mesmo ritmo em que palpita meu coração, estarão sempre em sintonia. Para mim amizade é como um casamento, com suas diferenças claro, nós devemos saber dividir, respeitar e conhecer, se fazer presente mesmo ausente é amar sem conjugações ou explicações definidas, é simplesmente viver o momento em que a vida está te dando e presenteando com pessoas especiais.

Andréa Macedo
10.02.2010

Nao deixe que o tempo castigue, tenha-o como aliado em suas conquistas! procure aproveitar cada segundo, mesmo aqueles em que simplesmente passamos em silêncio, nem sempre para serem especiais  os momentos necessitam de euforia, cuide sempre em ter sonhos pois eles são os alicerces para as nossas conquistas, não seja sério todos os momentos, equilibre-se e se desequilique a vida requer uma mescla da variação dos nossos momentos. Ande a velocidade necessária, mas se for correr não atropele o que vier pela frente, cada coisa possui seu momento. Não perca a excencia pois ela é o diferencial da sua vida e aproveite tudo, pois o tempo passa e amanha nós já não seremos mais tao novos para poder correr-mos atrás do que foi perdido.

Andréa Carla.

26.01.2010

O tempo

A vida é o dever que nós trouxemos para fazer em casa.
Quando se vê, já são seis horas!
Quando de vê, já é sexta-feira!
Quando se vê, já é natal…
Quando se vê, já terminou o ano…
Quando se vê perdemos o amor da nossa vida.
Quando se vê passaram 50 anos!
Agora é tarde demais para ser reprovado…
Se me fosse dado um dia, outra oportunidade, eu nem olhava o relógio.
Seguiria sempre em frente e iria jogando pelo caminho a casca dourada e inútil das horas…
Seguraria o amor que está a minha frente e diria que eu o amo…
E tem mais: não deixe de fazer algo de que gosta devido à falta de tempo.
Não deixe de ter pessoas ao seu lado por puro medo de ser feliz.
A única falta que terá será a desse tempo que, infelizmente, nunca mais voltará.

Mário Quintana



Oi peoples!!
Eu já comentei que adoro os textos do Pessoa?? a é, o Fernando é sem dúvida um escritor único, possui um sencibilidade tão intima e inigualável, seu jogo emocional prende o leitor até a ultima palavra e nos faz refletir e isso é bom… absorvemos sem dúvida o poder existencial. Seus relatos inspirados no cotidiano, possuem uma imagem de “filosofias de buteco” não isso não é uma blafemia, o fato é que são de fatos corriqueiros e comuns os quais estão focados em um local tão comum para nós e neles você poder extrair tantos sentimentos e sr ao mesmo tempo simples e complexo, um sentimento universal … Bem, vamos ao texto o qual eu me vejo TOTALMENTE refletida nele e que não apenas eu, mas como várias outras pessoas que estão ou estiveram em situações aparentes. Vamos lá….

Sempre é preciso saber quando uma etapa chega ao final…
Se insistirmos em permanecer nela mais do que o tempo necessário, perdemos a alegria e o sentido das outras etapas que precisamos viver. Encerrando ciclos, fechando portas, terminando capítulos. Não importa o nome que damos, o que importa é deixar no passado os momentos da vida que já se acabaram.

Foi despedida do trabalho? Terminou uma relação? Deixou a casa dos pais? Partiu para viver em outro país?
A amizade tão longamente cultivada desapareceu sem explicações?
Você pode passar muito tempo se perguntando por que isso aconteceu…

Pode dizer para si mesmo que não dará mais um passo enquanto não entender as razões que levaram certas coisas, que eram tão importantes e sólidas em sua vida, serem subitamente transformadas em pó. Mas tal atitude será um desgaste imenso para todos: seus pais, seus amigos, seus filhos, seus irmãos, todos estarão encerrando capítulos, virando a folha, seguindo adiante, e todos sofrerão ao ver que você está parado. Ninguém pode estar ao mesmo tempo no presente e no passado, nem mesmo quando tentamos entender as coisas que acontecem conosco. O que passou não voltará: não podemos ser eternamente meninos, adolescentes tardios, filhos que se sentem culpados ou rancorosos com os pais, amantes que revivem noite e dia uma ligação com quem já foi embora e não tem a menor intenção de voltar. As coisas passam, e o melhor que fazemos é deixar que elas realmente possam ir embora…

Por isso é tão importante (por mais doloroso que seja!) destruir recordações, mudar de casa, dar muitas coisas para orfanatos, vender ou doar os livros que tem. Tudo neste mundo visível é uma manifestação do mundo invisível, do que está acontecendo em nosso coração… e o desfazer-se de certas lembranças significa também abrir espaço para que outras tomem o seu lugar.
Deixar ir embora. Soltar. Desprender-se. Ninguém está jogando nesta vida com cartas marcadas, portanto às vezes ganhamos, e às vezes perdemos.
Não espere que devolvam algo, não espere que reconheçam seu esforço, que descubram seu gênio, que entendam seu amor. Pare de ligar sua televisão emocional e assistir sempre ao mesmo programa, que mostra como você sofreu com determinada perda: isso o estará apenas envenenando, e nada mais.
Não há nada mais perigoso que rompimentos amorosos que não são aceitos, promessas de emprego que não têm data marcada para começar, decisões que sempre são adiadas em nome do “momento ideal”.

Antes de começar um capítulo novo, é preciso terminar o antigo: diga a si mesmo que o que passou, jamais voltará!

Lembre-se de que houve uma época em que podia viver sem aquilo, sem aquela pessoa – nada é insubstituível, um hábito não é uma necessidade.
Pode parecer óbvio, pode mesmo ser difícil, mas é muito importante.
Encerrando ciclos. Não por causa do orgulho, por incapacidade, ou por soberba, mas porque simplesmente aquilo já não se encaixa mais na sua vida.
Feche a porta, mude o disco, limpe a casa, sacuda a poeira.
Deixe de ser quem era, e se transforme em quem é. Torna-te uma pessoa melhor e assegura-te de que sabes bem quem és tu próprio, antes de conheceres alguém e de esperares que ele veja quem tu és.
E lembra-te: Tudo o que chega, chega sempre por alguma razão.
Fernando Pessoa